Serviços

Dicas para seu negócio - Coronavírus

Voltar

Dicas para seu negócio - Coronavírus

Em tempos de crise do coronavírus, confira aqui dicas que podem ser úteis para a sua empresa.

Informações sobre responsabilidades e prazos ligados ao Meio Ambiente

Todos os empreendedores precisam ter clareza de suas responsabilidades e atribuições no que tange ao Meio Ambiente, tanto pela questão de proteção aos nossos recursos naturais como pela Legislação vigente. Vivemos nos últimos meses a pandemia do coronavírus, o que fez com que alguns prazos fossem adiados, com a falta de atendimento presencial em algumas instituições, por exemplo. Confira aqui um panorama sobre as principais obrigações do empreendedor na área ambiental e como estão os prazos e atendimento:


Uma Licença de Operação é um documento que permite um empreendimento operar de maneira legal frente aos órgãos ambientais, seja ele estadual ou municipal. É um documento (pré-requisito) para a obtenção do Alvará de Funcionamento emitido pelas prefeituras municipais. 

A União – Órgão Federal (IBAMA) efetua licenciamento ambiental de obras que causam grandes impactos em uma determinada região (por exemplo: hidrelétricas, rodovias federais, portos).  

Porém, o IBAMA “interfere” na licença ambiental exigindo às empresas enquadradas em determinadas categorias (atividades), o Cadastro Técnico Federal, que engloba elaboração de Relatórios Anuais e recolhimento de Taxas Trimestrais, dependendo do grau de poluição definido pelas fichas técnicas.  

A Licença de Operação (LO) é um documento informativo, onde faz-se alusão quanto à vegetação do entorno, aos cuidados com os sistemas de tratamento de efluentes sanitários e industriais, o gerenciamento dos resíduos sólidos e a responsabilidade solidária quanto à contratação de empresas terceirizadas (fornecedores, coleta e tratamento final de resíduos sólidos e líquidos).  

Além do caráter informativo, na LO existem itens (condicionantes) de atendimento, onde são especificados o que e quando fazer, tanto para o órgão ambiental estadual ou municipal, dependendo de onde se buscou realizar o processo de licenciamento ambiental.  


Os itens a serem atendidos, normalmente, são os seguintes:  

- Monitoramento de efluentes líquidos industriais: Correto funcionamento da Estação de Tratamento de Efluentes ETE); Manutenção dos equipamentos utilizados no tratamento; Atendimento aos padrões de emissão dos efluentes (citados na CONSEMA 355 e/ou subsequentes) dependendo da realidade de cada empresa; Realização de análises semestrais de efluente tratado para acompanhamento e comprovações. 

- Manutenção do sistema de tratamento de efluentes sanitários: limpeza periódica, conforme orientação citada na referida LO.  

- Gerenciamento de resíduos sólidos: Separação e quantificação, com descarte correto, conforme segregação, com as devidas documentações;  

- Comprovação junto aos órgãos ambientais (planilhas trimestrais, semestrais ou anuais).  


Ao ser decretado estado de calamidade pública pelo Governador do Estado do RS, em 19/03/2020 (Decreto nº 55.128), os Municípios elaboraram Decretos Municipais, levando em consideração prazos de vencimento de licenças e alvarás, bem como entregas de documentos junto aos órgãos ambientais municipais.  

Garibaldi, através do Decreto nº 4362, de 20 de março de 2020, Art. 10º, fez a seguinte consideração: “Ficam prorrogados automaticamente os alvarás e licenças com vencimento nos próximos 60 dias, contados desta data, por igual período: vcto LO (valor da taxa) ou alvarás provisórios.”  

Ao ser publicado novo decreto estadual (nº 55.240, de 10 de maio de 2020) o qual normatiza o distanciamento controlado, porém, reitera a declaração de estado de calamidade púbica, o Município publicou o decreto nº 4389, de 11 de maio de 2020, que revoga decretos anteriores, inclusive o de número 4.362 (prorrogações).  

Quanto à FEPAM, através das I.N. nº 001, 002 e 003 sendo esta última de 08 de junho de 2020, prorrogam a suspensão dos prazos para juntada de documentos, relatórios e condicionantes dos processos de licenciamento ambiental, independentemente da fase em que se encontram (solicitações, em análise ou licenças emitidas), enquanto for mantida a situação de calamidade pública.  

Porém, as operações da empresa, neste período, não devem prejudicar o meio ambiente. Estas suspensões de prazo não eximem o empreendedor de cumprir os monitoramentos cabíveis, os quais devem ser mantidos nos casos de continuidade das atividades.  

Sobre o IBAMA, o que temos a destacar quanto à prazos é a prorrogação da entrega dos relatórios anuais, de 30 de março de 2020 a 29 de Junho de 2020, através da I.N. nº 12, de 25 de março de 2020.  


Associado (a): A APEME possui um projeto de consultorias gratuitas para auxiliar os empreendedores, no qual a Engenheira Raquel também atende. Se você precisar de auxílio, agende seu horário até dia 31 de julho na APEME:  


Telefone: 3462-2755

WhatsApp: 54 9705-6843  

E-mail: comercial2@apeme.com.br.  

Material elaborado por Raquel Agostini Ferri Erthal, Engenheira Química da Pró Ação Soluções Ambientais, em 08/07/20.

Dicas de comunicação da Apeme para enfrentar a pandemia

Precisa divulgar seus produtos e serviços?

Conte com a assessoria da nossa equipe com dicas personalizadas!

Agende seu horário para atendimento gratuito para Associados Apeme:
Fone 3462-2755
WhatsApp 99705-6843 
E-mail comercial2@apeme.com.br.

Dicas nesse momento de pandemia - Entrevistas com associados e parceiros Apeme

Espaço APEME na Rádio Garibaldi 


Licença Ambiental: prazos normais e prazos alterados pelo coronavírus

Raquel Ferri Erthal - Engenheira Química da Pró Ação Soluções Ambientais

Clique aqui para ouvir a entrevista que foi ao ar em 04/07/20.


Educação Financeira na Pandemia

Luciane Werner - Consultora Financeira

Clique aqui para ouvir a entrevista que foi ao ar em 27/06/20.


Como recuperar crédito, ter menos risco e acelerar suas vendas (palestra online)

Diego Berzagui - Supervisor Comercial da CDL Porto Alegre

Clique aqui para ouvir a entrevista que foi ao ar em 20/06/20.


EAD Apeme - cursos e eventos online

Juliana dos Santos Selle - Supervisora de Vendas da Apeme

Clique aqui para ouvir a entrevista que foi ao ar em 13/06/20.


Serviços ao empreendedor e parceria Sebrae-Apeme

Tamara Piazzetta Lazzarotto - Consultora do Sebrae

Clique aqui para ouvir a entrevista que foi ao ar em 06/06/20.


Marketing digital e vendas nas redes sociais:

Elton Sipp - Atitude Mais - Empreendedor, vendedor e especialista em Marketing

Clique aqui para ouvir a entrevista que foi ao ar em 30/05/20.


Dicas para as lojas otimizarem seus espaços nesse tempo diferente que estamos vivendo:

Arquiteta Fernanda Pruinelli - FAV retail design

Clique aqui para ouvir a entrevista que foi ao ar em 23/05/20.


Consultorias voluntárias com 15 profissionais para auxiliar seu negócio:

Consultora Aline Agatti - Organizativa Consultoria Empresarial

Clique aqui para ouvir a entrevista que foi ao ar em 16/05/20.


Parceria Sicredi-Apeme e como o Sicredi pode ajudar o empreendedor em meio à pandemia:

Ilídio Centenaro - Gerente Sicredi Serrana - Agência Dante Grossi

Clique aqui para ouvir a entrevista que foi ao ar em 09/05/20.


Checklist para seu negócio - prevenção ao coronavírus: 

Rosângela da Costa - Presidente da Apeme 

Clique aqui para ouvir a entrevista que foi ao ar em 02/05/20. 


E-commerce: 

Cleberson Bieleski - Dezwork Lojas Digitais

Clique aqui para ouvir a entrevista que foi ao ar em 25/04/20.


Medidas do Governo que alteraram jornada de trabalho:

Thiago Hartmann Burmeister - Hartmann Burmeister Advocacia 

Clique aqui para ouvir a entrevista que foi ao ar em 18/04/20.


Finanças:

Jonathan Maffaciolli Basso - Otimizy Sistemas

Clique para ouvir a entrevista que foi ao ar em 11/04/20.

Morgana Jordani Aimi - Rentabille Custos e Finanças

Clique para ouvir a entrevista que foi ao ar em 04/04/20.


---


Live Rádio Serrana


Dicas para os MEIS:

Clara Salgado - Sebrae/RS

Clique aqui para assistir a live do dia 22/04/20. 

Plataforma gratuita: Compre Local

Liderada pela Stone, a mobilização nacional que incentiva a sociedade a comprar produtos e serviços de pequenos negócios de bairro, mais afetados pela crise do coronavírus, acaba de ganhar uma poderosa ferramenta para aproximar lojistas e consumidores. A plataforma Compre Local faz parte do movimento Cuide do Pequeno Negócio, lançado logo no início das medidas de combate à Covid-19, e permite que os clientes façam encomendas diretamente a suas lojas favoritas pelo canal digital que acharem mais adequado, sem pagamento de taxas.

O consumidor pode baixar gratuitamente o aplicativo Compre Local, entrar no site aqui ou acessar o endereço Cuide do Pequeno Negócio. Com poucos cliques, é possível encontrar os negócios localizados no entorno, divididos por categorias como alimentação, mercado, beleza, padaria, pet e moda. Depois é só escolher a loja e fazer o pedido ou entrar em contato para conhecer mais detalhes dos produtos, por WhatsApp, redes sociais ou no site do estabelecimento.

Confira a matéria completa e aproveite para cadastrar seu negócio aqui.

E-books com conteúdos exclusivos para sua empresa

A CDL Porto Alegre é parceira da APEME desde 2012, através do fornecimento do serviço SCPC.

Buscando ajudar seus parceiros e associados, a CDL POA produziu e-books com conteúdos exclusivos para a sua empresa. Aproveite! 

- E-book: Como as redes sociais podem ajudar o seu negócio 

- E-book: Mudanças de comportamento de consumo

- E-book: Medidas de Preservação de Emprego

Retomada das atividades pós-pandemia: resultados da pesquisa Apeme

Prezado(a) Empreendedor(a)!

Confira alguns dos impactos percebidos e ações adotadas por empresas locais no atual cenário de mudanças que estamos vivendo.

Clique na imagem ou aqui para acessar os resultados da pesquisa.

Consultorias gratuitas com especialistas

Estamos atentos às consequências da crise gerada pelo Coronavírus nos negócios de micro e pequenas empresas, microempreendedores individuais (MEIs) e profissionais liberais.

Neste momento de desafios, reunimos um time de 15 voluntários do nosso Banco de Consultores para contribuir gratuitamente com a sua empresa. 

Nossos parceiros agendarão uma orientação gratuita, à distância. Aproveite!   

Clique aqui para conhecer os consultores e suas áreas de atendimento, e solicite seu agendamento!

Dicas de ouro para as vendas online

Ofereça disponibilidade, diversificação e facilidade aos clientes para sua empresa continuar na ativa a partir das vendas online 

A exigência dos consumidores, que sempre foi grande, aumentou com o isolamento social decorrente da mitigação de danos da pandemia do novo coronavírus. 

Para muitos consumidores, a compra agora precisa ser pensada e refletida mais do antes. É a hora das empresas avaliarem seu modelo de negócio e como podem se aproximar do consumidor, oferecendo facilidade, disponibilidade e diversificação na compra feita a distância. 

Preparamos algumas dicas para você, empresário que está se iniciando nas vendas online. Fazemos um convite para que você observe e investigue como as dicas abaixo podem ser aplicadas ao seu negócio. 


Dica 1 - Auxilie o consumidor na busca: Itens versus Preços versus Tamanhos

O consumidor quer facilidade, então ajude-o na escolha de itens de qualidade x preço. Selecione os melhores itens de uma certa faixa de preço e crie páginas especiais para cada grupo.

No meio de tantas opções, ter a oportunidade de encontrar essas sugestões de quem conhece bem o produto (você empresário), pode ajudar muito na hora da escolha.  

Vale pensar em como divulgar isso, pode ser em uma vitrine do seu site com produtos de diferentes tickets, pode ser em cards diferentes quando a postagem é feita pelo Instagram.

Caso seu produto se diferencie em tamanhos, deixe tabelas explicativas com as medidas para ajudar o cliente a encontrar o tamanho ideal.

Muitas pessoas estão sendo inseridas agora no comércio eletrônico, então existem muitas dúvidas se o produto cabe ou não.

Vale dar dicas para o consumidor sobre como não errar na escolha, dar informações detalhadas sobre as características do produto, depoimentos que podem ser relevantes para seleção e escolha.

Independentemente do valor investido, é uma boa forma de gerar engajamento, satisfação e aumentar as chances de que a compra seja finalizada na sua loja. Esses cuidados de organização podem instigar os clientes a gerarem comentários e avaliações positivos nas redes sociais de sua empresa, que influenciarão os próximos clientes a comprarem também. 


Dica 2 - Mesmo nas compras online, sempre é bom ter com quem falar 

Coloque seus vendedores à disposição. Veja a melhor maneira que sua empresa pode disponibilizar o contato. Seja um número de whatsapp, um canal de chat, um canal direct nas redes sociais.

A experiência do contato pessoal e do auxílio de um especialista na escolha e compra de um presente, comum nas lojas físicas, pode ser adaptada para os ambientes virtuais.  

Por exemplo, seus vendedores podem ajudar o cliente a encontrar a melhor opção de compra considerando as suas necessidades e opções.  

Imagine um consumidor querendo alugar peças de decoração para uma simples festa de aniversário dentro de casa. Ter esse serviço de consultoria para ver o tema e as peças ajuda muito. 

Mesmo que o atendimento não seja exatamente o mesmo da loja física, ter alguém que entenda do assunto para sugerir as melhores opções, faz toda a diferença. 


Dica 3 - Mais que um pedido, ofereça um presente, uma experiência 

Nesse período de isolamento, se possível, ofereça serviços adicionais como embrulhos para presente, a impressão de cartões, um mimo ou algo personalizado que possa complementar a compra. Não precisa de muito investimento para isso... pode ser até um pacotinho de balas com um cartão de agradecimento e uma mensagem positiva.

Essa é uma forma de demonstrar que sua marca entende e se preocupa com o valor sentimental envolvido na compra do item e ajuda a proporcionar uma experiência de compra mais positiva.  

Crie soluções complementares para a entrega, um frete grátis ou uma entrega rápida. E não crie falsas expectativas se não puder cumprir. 

A sinceridade nesse momento é essencial. 

Não esqueça de facilitar a forma de pagamento. 


Dica 4 - Cultive o relacionamento depois da compra

É uma oportunidade para conversar com o cliente. Peça uma avaliação da sua compra. Hoje pedir depoimentos e postar é um grande diferencial para novos consumidores. A indicação ainda está em alta.

Após a venda, você pode fazer pesquisas de satisfação dos clientes, enviando formulários. Podem ser utilizados instrumentos como o Google Forms, Typeform e Survey Monkey. 

O tempo é de incertezas, mas ainda assim existem oportunidades para as empresas que conseguirem adequar o seu negócio para o momento. 

 

Fonte: Sebrae 

Aprendizado com a crise

Neste momento diferente do normal, somos forçados, pelas circunstâncias, a fazer as atividades e processos de outra forma. Acabam sendo promovidas mudanças e adaptações que antes seriam consideradas impossíveis ou não pensadas.

Para que não percamos todas as oportunidades identificadas, a integrante do Banco de Consultores da APEME, Berenice Kuhn, elaborou um material para que você possa compilar os Ponto Fortes e Pontos a Melhorar que foram identificados durante a crise. E, após, traçar ações para incorporar essas oportunidades nas atividades das áreas e até nos negócios da empresa.

No material está explicado como realizar este momento de aprendizado e como este material pode ser usado. Está preenchido com um exemplo de RH.

Faça bom proveito!

Material explicativo: clique aqui para fazer download do material explicativo.

Tabela editável para uso da ferramenta: clique aqui para fazer download da ferramenta.

Como o Sicredi pode ajudar o empreendedor em meio à pandemia

1. Capital de Giro ou Crédito Pessoal Parcelado: 

• Limite: Até R$ 250 mil reais;

• Garantias: Aval ou Garantia Real (mediante avaliação);

• Prazo: Até 60 meses;

• Taxa Pós Fixada com Garantia de Aval: CDI + 0,70% a.m.;

• Taxa Pós Fixada com Garantia Real: CDI + 0,59%.


2. Investimento Empresarial:

• Limite: Até R$ 500 mil reais;

• Garantias: Obrigatório Garantia Real (mediante avaliação);

• Prazos para Taxas Pós-Fixadas: Até 120 meses;

• Taxa Pós-Fixada: CDI + 0,53% a.m.


3. Folha de pagamento:

• Beneficiárias: empresas com renda superior a R$ 360 mil e inferior a R$ 10MM (grupo econômico), com base no exercício de 2019;

• Somente para empresas cuja folha é processada pela instituição financeira;

• Financiamento de até 2 salários mínimos por empregado em cada folha processada, limitado ao valor de (R$ 2.090,00) por empregado;

• Não limitação da quantidade de funcionários (ou seja, 100% da folha).;

• Juros de 3,75% a.a. (não há spread);

• Prazo de até 36 meses, incluída carência de até 6 meses, com pagamento de encargos no período.


As empresas que se utilizarem da linha de crédito não poderão demitir, sem justa causa, os empregados no período compreendido entre a data da contratação e o 60º dia após o recebimento da última parcela da linha de crédito.

R$ 34 bilhões (85%) disponibilizados pelo Tesouro Nacional e R$ 6 bilhões (15%) do recurso das instituições financeiras – TOTALIZANDO R$ 40 BILHÕES.

Vigência: até 30 de junho 2020.


4. Isenção do IOF:

Conforme Decreto 10.305/2020, todas as operações de crédito previstas no art. 7 do Decreto n° 6.306/ 2007, realizadas entre 03 de abril e 03 de julho de 2020, NÃO TERÃO INCIDÊNCIA DA ALÍQUOTA DE IOF BÁSICO E ADICIONAL. 

Concomitantemente, todas as prorrogações, renovações, novações, composições, consolidações, confissão de dívida e negócios assemelhados, adimplentes e inadimplentes, previstas no § 7 do mesmo artigo, também passam a ter a incidência da alíquota de IOF igual a zero, mesmo que a operação/parcela de origem ainda não tenha atingido o limite de 365 dias para a incidência do IOF.


Resumo disponibilizado pela Sicredi Serrana em 09/05/20

Auxílio psicológico online gratuito em Garibaldi e Carlos Barbosa

Toda ocasião nos ensina algo. É importante tirar lições dos momentos que vivemos e saber que, com apoio, é possível traçar novos horizontes. A SerPsi, em parceria com a ACI de Carlos Barbosa e com a APEME Garibaldi, oferece apoio psicológico online para esses tempos tão desafiadores e atípicos. Um atendimento sigiloso e reconfortante para cuidar também da saúde mental.

O serviço está disponível a qualquer pessoa que desejar. Sugerimos aos proprietários de negócios que divulguem este benefício aos seus colaboradores.   

Agendamentos: devem ser feitos das 7h45 às 12h e das 13h30 às 18h, de segunda a sexta-feira, através dos telefones (54) 3461.7600 (ACI) e (54) 99161.4174 (Apeme).  

Cursos gratuitos de prevenção da COVID-19 para diversas áreas de negócios

Uma parceria entre Instituto Mix e Federasul promove curso gratuito de prevenção COVID-19, com certificado.

Quais as vantagens de fazer o curso?
- Conhecer melhor o vírus
- Saber como evitar a propagação do vírus
- Certificado para exercer sua função
- Selo de colaboradores certificados para a empresa

Inscrições aqui.

Realização: Instituto Mix + Federasul

Sesi/RS oferece mais de 60 cursos a distância totalmente gratuitos

Que tal aproveitar esse período de quarentena para desenvolver novos conhecimentos? 

O Sesi/RS oferece mais de 60 cursos a distância totalmente gratuitos em diversas áreas. Aproveite!

Clique aqui para saber todos os cursos e detalhes. 

Mais de 100 cursos online e gratuitos do SEBRAE

Acesse aqui.

Rodada virtual de negócios do Sebrae/RS

A Rodada Virtual tem como objetivo aproximar empresas atingidas pelos efeitos do Covid-19 com potenciais FORNECEDORES, CLIENTES e PARCEIROS. O evento tem foco em "B2B", que é a geração de negócios entre empresas. O Sebrae analisará diariamente as demandas e ofertas das empresas cadastradas para a realização da aproximação entre as empresas que demonstram potencial para fechar negócios. 

Para informações, ligue (54) 3045-8804 ou envie mensagem no WhatsApp

Cique aqui para fazer sua inscrição.

Fonte: SEBRAE/RS

Pesquisa de soluções para empresas no período de isolamento

A Branvo, startup garibaldense, está realizando uma pesquisa para ajudar as empresas nesse período de isolamento e buscar soluções para evitar uma grande crise. A ideia é utilizar de tecnologia e inovação para atender os principais problemas atuais desses empreendedores. 

Responda a breve pesquisa clicando aqui.

Grandes bancos decidiram adiar pagamento de seus credores por até 60 dias

O Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú Unibanco e Santander abriram a possibilidade de prorrogação, por até 60 dias, dos vencimentos de dívidas de clientes pessoas físicas e micro e pequenas empresas para os contratos que estejam em dia com os pagamentos.

Converse com seu gerente e tente renegociar o prazo e os juros para o pagamento posterior de suas dívidas.

Vendas online - dicas para quem está começando agora

Muitas empresas entendem a importância de reforçar as vendas online, mas sempre deixam para segundo plano. Com a crise gerada pelo COVID-19, esse passo tornou-se essencial.

Por isso, separamos algumas dicas para quem está começando agora! 

1) Ao contrário do que muitos pensam, não é preciso um site para vender online. Você pode começar com um WhatsApp comercial e alguns cards (ou catálogo) para divulgar os seus produtos; 

2) Divulgue ofertas em grupos e nas suas redes sociais linkando sempre o WhatsApp para criar o hábito no cliente, para que ele tenha um canal certo para fazer o pedido;

3) Procure responder as mensagens rapidamente. No mundo digital, tudo acontece muito rápido e a demora no atendimento pode levar à perda da venda; 

4) Pensa na logística da entrega! Por exemplo: se você está começando, talvez ainda não compense ter um entregador, mas deixar tudo embalado e certinho para o cliente retirar já é uma praticidade e tanto. Lembrando sempre do cuidado com a higienização, é claro. 

5) Para o ramo da alimentação, se cadastrar em aplicativos de delivery é uma forma prática e eficiente de divulgar e vender. 

Fonte: CDL Pelotas

Vendas e Relacionamento: Na Crise que Ninguém Esperava

Os impactos da pandemia causada pelo Coronavírus (COVID-19) já estão batendo nas portas de todos. 

Sabemos que uma das alternativas para o momento é a inserção das empresas no ambiente digital. Pesando em ajudar você, empresário, a superar esse momento e a se inserir no ambiente digital, compilamos ações que irão ajudá-lo a reter e até mesmo a conquistar novos clientes por meio do Marketing Digital.

Usamos como base para as nossas orientações uma ferramenta chamada Matriz ANSOFF!  A matriz mostra quatro estratégias que podem ser usadas para ajudar uma empresa a crescer, são elas: 

- Penetração de Mercado;

- Desenvolvimento de mercado;

- Desenvolvimento de produto;

- Diversificação.

Essas quatro estratégias são trabalhadas em um cenário normal de uma empresa. Tendo em vista que atualmente estamos em um cenário atípico, a nossa dica é trabalhar a estratégia de Penetração de Mercado como estratégia de MANUTENÇÃO de Mercado, as demais podem ser trabalhadas da mesma forma.

Certo, mas como que eu posso trabalhar em cada uma dessas estratégias?

Preparamos uma série de dicas práticas que você poderá aplicar de acordo com a estratégia escolhida. Vamos a elas?

Manutenção de Mercado

Nesse momento de incertezas, o ideal é trabalhar com a manutenção dos seus clientes atuais, buscando uma forma de reduzir a perda de clientes e de receitas. Nesse ponto, a estratégia é trabalhar os produtos que você já possui com os clientes de sua carteira. Seguem algumas orientações para você manter os clientes que já possui em carteira:

- Redes Sociais: utilize ainda mais o Facebook, Instagram e WhasApp como forma de divulgar os seus produtos. Aumente a sua interação com o seu cliente para manter o engajamento dele.

- Embalagens: Use a embalagem para entregar um algo a mais para o seu cliente, crie um apelo emocional para o público que consome o seu produto.

Dica: reposte aquilo que o seu cliente publica de sua marca.

- Sites de reviews e mediação: cadastre-se e acompanhe as postagens de seus clientes, dessa forma você manterá a reputação de sua marca.

Dicas: os sites que você pode utilizar para fazer esse acompanhamento são: Google Meu Negócio, TripAdvisor, Reclame Aqui e consumidor.gov.br.

Desenvolvimento de mercado

Essa estratégia é usada quando a empresa trabalha produtos que já possui buscando novos clientes. Depois que você já manteve o seu mercado, o que fazer para buscar novos clientes?

- Utilize Marketplaces

Marketplaces são sites que atuam como intermediários unindo o consumidor com os fornecedores. Exemplos de marketplaces que já estão estabelecidos no mercado nacional: iFood, Uber Eats, Americanas, Submarino, Elo7, entre outros.

A dica aqui é você ingressar em um ou mais marketplaces para expandir a sua divulgação e, assim, atingir novos clientes.

- Cadastre-se no Google Meu Negócio

O Google Meu Negócio é uma ferramenta da Google para incluir a sua empresa no cadastro do Google. Dessa forma, você aparecerá para consumidores que buscarem no site a sua categoria. Cadastre o seu empreendimento e atualize as informações necessárias para aumentar os anúncios e os resultados com a plataforma.

Dica: depois de criar o seu perfil, já crie um anúncio para as pessoas terem ainda mais visibilidade de seu negócio.

- Facebook Ads

Crie anúncios para quem está localizado em um raio plausível de sua empresa. Os anúncios feitos pela plataforma do Facebook irão impactar os clientes tanto pelo Instagram quanto pelo Facebook.

- Parcerias:

Busque empresas, influenciadores digitais e até mesmo grupos de condomínios para ampliar a sua divulgação

Desenvolvimento de produto:

A definição dessa estratégia é quando uma empresa trabalha novos produtos com os seus clientes atuais. Seguem algumas dicas:

- Listas de Transmissão:

Utilize as listas de transmissão no WhastApp para divulgar os seus novos produtos.

Cuidado: Para usar a lista de transmissão é necessário que, além de você ter cadastrado o seu cliente na sua lista de contatos, o seu cliente tenha o seu número incluído na lista de contatos dele. Nesse caso, indicamos que você inicie com uma conversa e faça a indicação dele salvar o seu contato antes de enviar as informações utilizando a lista.

- Marketplaces

Para aumentar o ticket de consumo de seus clientes nessas plataformas, crie kits onde ele vai consumir mais de um produto.

Diversificação:

Essa é uma abordagem adotada pela empresa quando ela quer atingir novos clientes com um novo produto. Como essa é uma estratégia que demanda um valor de investimento maior em suas ações, considerando o cenário atual, recomenda-se deixar essa estratégia de lado no momento.

Fabiano Zortéa (especialista do Sebrae)

Fonte: Sebrae

Atualização em 02/04, às 10h


Crédito: o que você precisar saber para solicitar um financiamento hoje

Com a crise ocasionada pelo Coronavírus (COVID-19) muitas empresas tiveram uma queda expressiva em seu faturamento e estão em busca de alternativas para cumprir com seus compromissos financeiros e manter a empresa funcionando.

Sabemos que, com a realidade da Micro e Pequena empresa no país, os negócios geralmente não possuem capital de giro suficiente para cobrir um período com baixo faturamento e uma alternativa é a busca por um financiamento. Pensando nisso, gostaria de compartilhar algumas orientações que as instituições financeiras anunciaram para auxiliar empresas de diferentes segmentos que possam ser afetadas nesse momento. Vamos a elas?

1º POSSIBILIDADE DE PRORROGAÇÃO DE DÍVIDAS

As instituições financeiras anunciaram a possibilidade de prorrogação de dívidas (apenas para os contratos adimplentes) por até 60 dias. Caso você tenha um financiamento e está em dia com ele, deve procurar o seu gerente de contas para encaminhar a prorrogação, pois esse não será um processo automático.

2º OPERAÇÕES DE CARTÃO DE CRÉDITO E CHEQUE ESPECIAL

A prorrogação de dívidas anunciada pelos bancos não se enquadra para as operações de cartão de crédito ou cheque especial. Nesse caso, você deverá entrar em contato com o gerente de sua conta em busca de uma renegociação, inclusive estudar a possibilidade de mudar o financiamento (exemplo: sair do cheque especial e aderir a uma linha de financiamento com juros menor e, principalmente, com um bom prazo de carência).

3º NOVOS LIMITES PARA OPERAÇÕES FINANCEIRAS

As instituições financeiras destinarão recursos para novas operações, principalmente para capital de giro. Essas novas concessões de crédito deverão ter carência de pelo menos 06 meses e extensão de prazos de pagamentos.

IMPORTANTE: Antes de buscar um novo financiamento ou solicitar a prorrogação da dívida, deve-se projetar a necessidade de fluxo de caixa pensando em um cenário realista/pessimista para os próximos meses, com uma projeção de margem para o negócio. Esse recurso deve focar na manutenção dos gastos e despesas que não podem ser adiados.

 4º REDUÇÃO NA TAXA SELIC

Nos últimos dias houve uma redução na taxa Selic e já foi anunciado pelas instituições financeiras que será repassada essa redução para os novos financiamentos. É importante, nesse momento, você insistir na negociação, principalmente na taxa de juros e nos prazos de pagamento e carência.

 5º BUSQUE O SEU BANCO

Com a instabilidade no mercado será mais fácil você negociar uma operação de crédito com o banco que você já possui relacionamento. Portanto, munido dessas orientações, procure o seu gerente em busca da melhor alternativa que o banco pode disponibilizar.

ATENÇÃO: É de suma importância que, antes de você fazer a solicitação de crédito, analise profundamente a necessidade desse valor. Leve em conta o seu fluxo de caixa e disponibilidade de capital de giro, pois essas serão as informações usadas como base para se chegar às seguintes conclusões: será necessário, ou não, o crédito? Qual o valor será solicitado?

 Augusto Martinenco

Coordenador do núcleo de acesso a serviços financeiros do Sebrae/RS

Fonte: Sebrae/RS

27/03/2020 - 16h30min

Ficou com dúvidas?

Entre em contato

Atendimento geral

Fale conosco

Nossos contatos

Saiba tudo o que podemos fazer por você e sua empresa. Qualquer dúvida ou sugestão, entre em contato!

Endereço: Rua Heitor Mazzini, 122, sala 02 - Edifício Sonata - Centro - Garibaldi/RS

Telefone: (54) 3462.2755

whatsapp: (54) 99662.2602

E-mail: coordenacao@apeme.com.br